domingo, 12 de março de 2017

Presidente turco acusa a Holanda de ser uma república das bananas

Posted by Charles E. on domingo, março 12, 2017

Num discurso inflamado o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, acusou os Países Baixos de agirem como uma,"república de bananas".




Os dois países estão num período de tensão diplomática, e os comentários são susceptíveis de aumentar ainda mais as tensões.

A Holanda impediu ontem dois ministros de Erdogan de se dirigirem aos emigrantes turcos num comício em Roterdão.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Mevlut Cavusoglu, e o ministro da Família, Fatma Betul Sayan Kayahad, esperavam discursar num comício pro-Erdogan, m
as foram impedidos e o evento foi cancelado, com as autoridades holandesas a justificarem o cancelamento com questões de segurança.

Discursando esta tarde, Erdogan advertiu que os Países Baixos "pagarão o preço" pela arrogância.
E a crescentou: "Vamos ensiná-los o que é a diplomacia internacional".


Em resposta, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, disse que 
tudo 
fará para "diminuir" a conflito diplomático.

O líder da extremo-esquerdo disse: "Se aumentarem o tom de provocação, teremos de responder, mas faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para amenizar o conflito".

Cerca de 2.000 partidários de Erdogan manifestaram-se em frente do Consulado Turco em Roterdão a noite passada.

Vivem c
erca de 500.000 imigrantes turcos nos Países Baixos, a maioria com dupla nacionalidade.

0 comentários:

Enviar um comentário

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin

Search Site