sábado, 22 de abril de 2017

BILL GATES: UMA PANDEMIA PODE VARRER A EUROPA

Bill Gates está a tentar forçar a Grã-Bretanha a continuar o seu financiamento de ajuda externa, alegando que um número crescente de migrantes viajará para o país se houver cortes.



O fundador da Microsoft afirmou que parar a ajuda externa pode levar a uma pandemia, espalhando-se da África para a Europa, e matando cerca de 10 milhões de pessoas no processo.





Bill Gates acha que uma pandemia irá varrer o mundo se a ajuda externa parar



Ele acha que a corrida para evitar a doença assassina, que ele acredita que se vai transmitir mais rápido do que o ébola, levará à imigração em massa, com as pessoas a fugirem desesperadamente da sua terra natal.

"Se as pessoas não estão preocupadas com pandemias que possam vir para a Grã-Bretanha, deviam estar".

"As doenças virão de África e transmitem-se mais eficazmente do que o Ebola, e esses países precisam ter sistemas básicos de saúde para conter os novos agentes patogênicos. Isso é importante em termos de segurança".




 Bill Gates está preocupado com algo pior do que ebola e que pode matar milhões



"Se perguntar o que no mundo pode matar uns 10 milhões de pessoas, é uma pandemia". 

"O tipo de vigilância e capacidade de resposta que temos através dos nossos orçamentos de ajuda significa que devemos ser capazes de parar essas doenças antes que se espalhem para o Reino Unido ou os EUA".

"No caso do Governo do Reino Unido, o auxílio é inferior a 2% do orçamento - é 0,7% do PIB e aplicado em locais onde as intervenções são pelo menos cem vezes mais eficaz do que qualquer outra acção dentro do país."

"Vai custar dinheiro para não ter uma pandemia a sair de África, mas custará mais dinheiro se houver uma migração em massa."


Sem comentários:

Enviar um comentário