domingo, 30 de abril de 2017

CHINA LANÇA UM SÉRIO AVISO AOS USA (com vídeo)

Naquela que foi considerada uma declaração contundente, a China advertiu que não permitirá que os Estados Unidos ataquem a Coreia do Norte.



O embaixador chinês nas Nações Unidas, Wang Yi, assegurou na 6ª feira passada, que em função das linhas vermelhas traçadas a respeito da península coreana, Pequim não permitirá que Washington comece uma guerra contra a Coreia do Norte.







Estas declarações de Wang, que fizeram eco os meios de comunicação, tanto chineses como americanos, foram feitas à margem do conselho de segurança das Nações Unidas em que participou o diplomata chinês.


Segundo informa a agência chinesa de noticias, Xinhua, o chefe da diplomacia do gigante asiático, foi pedido à comunidade internacional que se comprometa com a desnuclearização da península coreana e aplique plenamente as resoluções do conselho de segurança  sobre Pyongyang.






Ele transmitiu a preocupação do seu governo em relação à escalada de tensões na península coreana, que tem causado preocupações a nível internacional e advertiu para um eventual confronto na zona.


"Se a questão da península não se põe debaixo de um controlo efectivo, este dará lugar a eventos  inesperados e é muito provável que a situação dê uma volta trágica e que vá de mal a pior e saia de controlo".


Paralelamente e segundo advertiu Wang, a instalação na Coreia do Sul do sistema de misseis anti balísticos americanos (THAAD) põe em causa a segurança estratégica de Pequim.






“Quero reiterar a firme oposição contra a instalação do sistema antimíssil THAAD na República da Coreia”, assinalou perante o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.

Wang instou os USA  e a Coreia do Sul para que parem imediatamente o proceso de instalação do sistema.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário