domingo, 16 de abril de 2017

COREIA DO NORTE: HACKERS DOS USA FRUSTRARAM O LANÇAMENTO DO MÍSSIL?

Os hackers que trabalham para os serviços de segurança dos EUA podem estar por detrás do desastroso fracasso do ultimo teste de míssil de Kim Jong-un, de acordo com um ex-secretário de Relações Exteriores britânico.


O Comando do Pacífico dos EUA disse que o míssil norte-coreano "explodiu quase imediatamente" após o seu lançamento que ocorreu um dia depois de um grande desfile militar mostrar o que pareciam ser novos mísseis balísticos de longo alcance.


O ex-membro do gabinete conservador, Sir Malcolm Rifkind, disse que é possível que o sistema operacional do míssil tenha sido sabotado por um ataque cibernético dos Estados Unidos.




Foi um ataque cibernético dos Estados Unidos que sabotou o teste de mísseis de Kim Jong-un?




Sir Malcolm disse à BBC: "Poderia ter falhado porque o sistema não é suficientemente  eficiente para funcionar. Mas há uma crença muito forte de que os EUA através de métodos cibernético têm sido bem sucedidos em várias ocasiões ao interromper este tipo de testes e fazê-los falhar".

"Mas não é caso para ficar muito animado, eles já tiveram muitos testes bem sucedidos.
São um país avançado quando se trata do seu programa de armas nucleares. Isso é um facto - um facto real."





O ex-secretário de Relações Exteriores, Sir Malcolm Rifkind, sugeriu que hackers possam ter sabotado o teste de mísseis




O fracasso do lançamento pareceu desanuviar alguma das tensões crescentes na região, com as autoridades militares dos EUA a afirmar que o fracasso do teste, que se acreditava ser um míssil de médio alcance não tinha sido uma surpresa.


O funcionário disse: "Foi um teste falhado, então não há necessidade de reforçar seu fracasso, não precisamos gastar recursos com isso".


Ele disse que o voo do míssil não durou mais do que quatro ou cinco segundos antes que caísse no mar.
"Não era uma questão de se, era uma questão de quando. A boa notícia é que, após cinco segundos, fracassou. "



Kim Jong-un usou o desfile militar para mostrar os seus últimos mísseis


Sem comentários:

Enviar um comentário