sábado, 13 de maio de 2017

CIBERATAQUE MUNDIAL

Ciberataque atingiu vários países europeus e um pouco por todo o mundo.


O ciberataque lançado ontem, 6ª feira, foi "indiscriminado" e afetou vários países - como o Reino Unido, Taiwan, Ucrânia, Rússia, Turquia, Portugal e Espanha - indicou uma empresa de cibersegurança espanhola.

O diretor-executivo da S21sec, empresa espanhola especializada em cibersegurança, disse à agência EFE que o ataque foi "especialmente virulento" porque combina 'malware' (programa malicioso) com um sistema de propagação que se aproveita de uma vulnerabilidade detetada nos programas Microsoft.

Agustín Muñoz-Grandes explicou que no ataque, por exemplo contra a operadora de telecomunicações espanhola Telefónica, foi usado um 'ransomware', um tipo de vírus que se instala no computador, "encripta e sequestra" todos os seus ficheiros e, em seguida, pede um resgate em 'bitcoin', uma moeda virtual que não pode ser rastreada.

 

  

Este tipo de vírus costuma chegar habitualmente por correio electrónico de "origem desconhecida", com um documento em anexo e que o utilizador abre, por erro ou desconhecimento.

No Reino Unido, o ataque atingiu alguns hospitais do Serviço Nacional de Saúde britânico.

A multinacional Telefónica foi hoje obrigada a desligar os computadores da sua sede em Madrid, depois de detetar um vírus informático que bloqueou alguns equipamentos.

A imprensa espanhola noticiou que o vírus desconhecido provocou a paragem dos computadores afetados, ficando o monitor azul e tendo aparecido em alguns equipamentos uma mensagem a pedir o pagamento de uma quantia em 'bitcoins', uma moeda virtual desenvolvida fora do controlo de qualquer Governo.

 


Fonte:  http://www.dn.pt/sociedade/interior/ciberataque-atingiu-reino-unido-taiwan-russia-e-turquia---empresa-espanhola-8471714.html

Sem comentários:

Enviar um comentário