segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

EURO ZONA: ITÁLIA TRAÇA UM PLANO PARA DEIXAR O EURO - E O BCE APROVA (com vídeo)

A Itália está a preparar em segredo, planos para sair do euro, e criar uma moeda paralela





Em um movimento que provocará temores na UE de um "Italexit", três dos partidos políticos do país estão apoiando a introdução de "Certificados de Crédito Fiscal" como uma alternativa ao euro.


O complexo plano tem a aprovação do Banco Central Europeu.


O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, apoia o plano para uma moeda alternativa ao euro


Entre os partidos que apoiam o plano, está a Forza Italia, de Silvio Berlosconi, que teve um surpreendente retorno nas pesquisas.


A revelação ocorre quando Martin Schulz, líder do partido social-democrata da Alemanha, que se tornou o deputado da chanceler Angela Merkel, pediu na semana passada a criação dos Estados Unidos da Europa até 2025.


Os certificados, conhecidos como CCF, dão benefícios fiscais aos trabalhadores e às empresas para aumentar a renda e a produtividade.



Embora não seja legal, todos podem usá-los para pagar impostos, comprar serviços governamentais ou trocá-los por bens ou euros.


De acordo com um relatório do analista global GEFIRA, "é altamente provável que operadores comerciais, como lojas, aceitem CCFs como uma alternativa ao euro."


"Eles podem ser usados como uma moeda paralela".


A deputada independente Diane James disse: "Se a Itália deixar a moeda única, é apenas uma questão de tempo até que saia formalmente da UE e todo o castelo de cartas cairá".

Sem comentários:

Enviar um comentário