quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

PÊNIS E VAGINA ENORMES SURGEM EM PRÉDIOS DE NOVA YORQUE E GERAM POLÊMICA NAS REDES (com fotos)



Um pênis e uma vagina surgiram pintados em dois prédios de Nova Yorque provocando um enorme debate nas redes sociais


 



Ao invés de relaxar com a família durante o Natal, a artista de rua sueca, Carolina Falkholt, escolheu pintar um pênis do tamanho de 4 andares em um edifício na cidade de Nova York, no bairro Lower East Side.


A obra de arte, que, porém, não conta com testículos, apareceu em um dos prédios na rua Broome, entre as ruas Forsyth e Eldridge.


"No time 4 ball$" (Sem tempo para bolas) — foi o que Falkholt escreveu em seu Instagram no domingo passado (24), quando postou a foto das suas obras.


"Eu nunca ouvi tantos risos e vi tantos rostos sorridentes atrás das minhas costas como quando estava pintando esta parede na rua Broome", escreveu.




Falando para a emissora NBC de New York, Falkholt afirmou que este retrato do pênis e outro, mais abstrato, de uma vagina, "tinham a ver com não ter vergonha do seu corpo e com a sua sexualidade".


"Conversar sobre estes objetos publicamente é indispensável para uma comunidade sã e pacífica", observou.


Ao longo dos últimos dias, que precederam a conclusão da obra da artista, tanto críticos como simpatizantes invadiram as contas públicas de Falkholt com opiniões.


"Este é o exemplo mais nojento e grotesco de arte de rua", exclamou um dos usuários. "Uma coisa é ter em sua casa, mas em um espaço público, onde vivem e passeiam famílias, é falta de respeito gritante", adiantou.



 

Entretanto, nem todos foram tão categóricos em relação às instalações peculiares.


"É maluco como as pessoas veem um retrato de pênis e começam a falar sobre sexo e crianças na área", escreveu um dos usuários. "Talvez seja normal para você pensar em sexo ao ver um pênis, mas as crianças vão ver apenas uma imagem de pênis, pronto. Por favor, parem de sexualizar crianças com seus próprios pensamentos malucos", manifestou.


Outro participante do debate sugeriu que o descontentamento poderia ter sido provocado pelas diferenças no modo de pensar de várias gerações.


"Vocês estão entalhados dentro da geração de pensamento mais velha. É um pênis", disse mais um internauta. "Se as crianças são sagradas demais para saber como ele é e se os parentes são imaturos demais para explicar o que é um pênis, então não há outra maneira de eu propor uma visão ou algum tipo de ajuda para vocês. Não entendo como uma parte do corpo humano pode representar uma forma de ‘agressão'. Os adultos devem crescer antes de falar pelas mentes das crianças", continuou.


Independentemente da opinião pública, o realístico pênis rosa vai logo desaparecer do prédio. 

Conforme relatos, o proprietário do edifício, que não tinha sido informado sobre a futura instalação da obra, planeja retirar a imagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário