segunda-feira, 16 de abril de 2018

MOVIMENTOS SOCIAIS OCUPAM O TRÍPLEX DE LULA (com fotos)

Esta segunda-feira, membros de vários movimentos sociais no Brasil invadiram o prédio Solaris, em São Paulo e ocuparam o apartamento de Lula da Silva




Na madrugada desta segunda-feira, membros de vários movimentos sociais no Brasil invadiram o prédio Solaris, em São Paulo, e ocuparam o apartamento tríplex da construtora OEA, pelo qual o ex-presidente Lula da Silva foi preso.


"Se Lula é nosso, Lula pertence ao povo", afirmaram os integrantes da Frente Popular Brasileira, liderada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Tecto (MTST), ao chegarem ao 16º andar do complexo localizado em frente à Praia das Astúrias, no Guarujá.


"A queixa para a qual Lula foi condenado é uma farsa judicial, se o apartamento é de Lula, pode ser ocupado pelo povo, se a cidade não pode estar lá, explique por que ele está na prisão", disse Guillherme Boulos, líder do movimento. MTST, pré-candidato à presidência e amigo de Lula.


Segundo o jornal O Globo, segundo Boulos, a ocupação poderia continuar indefinidamente.


Depois de se instalarem no triplex, o 164 A da torre, os manifestantes penduraram faixas na varanda com letras a dizer, "Pessoas sem medo", "Se é Lula é nosso" e "Se não é, por que eles o prenderam?"


Lula se entregou à polícia no sábado, dia 7 deste mês, por ordem do juiz Sergio Moro, que atribuiu a propriedade ao ex-presidente, em um caso de corrupção passiva. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão.











Sem comentários:

Enviar um comentário