segunda-feira, 30 de abril de 2018

TURQUIA RETIRA AS SUAS RESERVAS DE OURO DOS EUA

O Banco Central da Turquia retirou as reservas de ouro do país do Sistema de Reserva Federal dos EUA





O Banco Central da Turquia retirou as reservas de ouro do país do Sistema de Reserva Federal dos EUA. em uma medida que, de acordo com especialistas turcos em finanças, seria "preventiva" em face de um possível agravamento das relações bilaterais entre Washington e Ancara e o medo de sanções.


"Há uma impressão de que são as hipotéticas sanções dos EUA, a preocupação com o caso (do empresário turco julgado nos EUA, Reza) Zarrab e o confronto com Washington na Síria", referiu o economista e escritor Mostafa Sonmez.


Os bancos centrais de diferentes países tendem a rever suas políticas de colocação de reservas para diversificar os riscos e obter lucro, lembra Sonmez.


Mas o fato de que a Turquia retirou não só todas as suas reservas de ouro dos EUA. mas também suas obrigações, "em essência, fechou suas contas lá", são significativas e "radicais", uma vez que normalmente teria sido sobre a redução de reservas e não sobre sua retirada total.


Segundo o especialista, isso se deve a tensões bilaterais nas relações turco-americanas que, por um lado, são esperadas sanções contra o banco estatal Halkbank, por outro, resta saber o que desencadeará o confronto da Turquia com os EUA no Oriente Médio.


Em meio à crise de confiança nas relações bilaterais entre Ancara e Washington, a retirada das reservas de ouro poderia ser uma forma de garantir sua segurança, disse o especialista em valores mobiliários turco Enver Erkan à mídia russa.


"As reservas mantidas no exterior podem se tornar objeto de debate, porque surgem dúvidas sobre sua segurança e conservação", acrescenta.


Mas a decisão de manter suas reservas em um país como o Reino Unido também gera debates, acredita Erkan, pois, em sua opinião, se o Banco Central Britânico é confiável ou não, é um assunto a ser debatido.

Sem comentários:

Enviar um comentário