domingo, 6 de maio de 2018

DEZ LUGARES ABANDONADOS QUE SÃO DE ARREPIAR (com fotos)

Há locais que nos atraem pela sua beleza, outros pelo mistério que os envolve




O fascínio do ser humano pelo mistério não é de hoje, motivo pelo qual existem tantas lendas, superstições e mitos urbanos. 


Há em nós uma certa curiosidade mórbida, que nos faz sentir igualmente atraídos e repelidos por aquilo que nos assusta.


Diversas áreas e serviços já perceberam o potencial que isto traz, como o cinema ou a literatura, e agora o turismo tem aprendido a tirar partido de essa característica humana. São cada vez mais aqueles que procuram a adrenalina de perseguir uma lenda urbana, visitar um edifício abandonado ou apenas um local em que da própria natureza surge algo estranho.


Para ficar a conhecer alguns dos locais que, por terem sido abandonados, se tornaram fascinantes e verdadeiras atracções turística, veja a as fotos abaixo.




Wonderland Amusement Park, China

Wonderland está situado a cerca de 30 quilómetros de Beijing, e tinha como ambição ser o maior parque de diversões da Ásia. A ambição ficou pelo caminho, quando em 1998 a construção teve que parar, devido a problemas financeiros e de disputas de terrenos. Uma nova tentativa de término da obra em 2008 falhou também, deixando de lado para sempre os castelos inacabados bem como o sonho megalómano.



Hotel del Salto, Colombia

A cerca de 30 quilómetros de Bogotá, na Colômbia, se encontra uma impressionante cascata, El Salto de Tequendama, com 157 metros de altura. Devido à sua beleza e atrair centenas de turistas, foi construído, em 1924, um hotel de luxo no local, forçado a encerrar no inicio dos anos 90, por se achar estar relacionado com a poluição do rio. Esta é a causa oficial, contudo aquela cachoeira foi palco de muitos suicídios, se acreditando que o hotel estaria assombrado, sendo esse o real motivo do seu encerramento. Reabriu em 2013, como museu.




Holy Land, EUA

Este parque temático cristão foi criado por John Baptist Greco, um advogado de Waterbury, e lá podiam se encontrar atracções inspiradas em passagens da Bíblia. Nas décadas de 60 e 70 chegou a receber cerca de 40.000 visitantes por ano, mas com a morte do seu fundador, o parque acabou também por morrer, encerrando em 1984.




Château Miranda, Bélgica

Foi construído em 1866, em Celles, Bélgica, para a família Liedekerk-De Beaufort, que o habitou até à Segunda Guerra Mundial, altura em que foi tomado pelas tropas alemãs. Após a guerra, chegou a ser utilizado como orfanato e campo de ferias para crianças doentes, até que foi abandonado em 1991, devido aos elevados custos de manutenção. Recentemente, serviu como local de filmagem para o seriado de tv Hannibal, onde aparece como sendo o castelo de Lecter, na Lituânia.




Ilha Hashima, Japão

Esta ilha está localizada a cerca de 15 quilómetros da costa de Nagasaki e serviu como base para extracção de carvão, tendo sido habitada essencialmente por mineiros. Com a substituição do carvão por petróleo, a ilha perdeu a sua utilidade, motivo porque foi habitada apenas entre 1887 e 1974, ano em que foi completamente abandonada. Actualmente está classificada como Património Mundial pela UNESCO e recebe visitas diárias de turistas.




Kolmanskop, Namíbia

Kolmanskop é uma cidade fantasma, construída no deserto da Namíbia em 1908, por alemães, que se mudaram para o local em busca de diamantes. A cidade chegou a ter hospital, escola e até um casino. Cerca de 40 anos depois, com o esgotamento deste mineral, a cidade foi completamente abandonada, e as construções invadidas pelas areias do deserto. Actualmente é uma das principais atracções turísticas do país.




Ryugyong Hotel, Coreia do Norte

Este edifico começou a ser construído em 1987 com o objectivo de servir vários usos, entre os quais um hotel. Em 1992, após a dissolução da União Soviética que gerou uma grave crise na Coreia do Norte, a Construção 105 (como também é conhecido o edifício, em referencia ao numero de andares) foi interrompida. O prédio fantasmagórico continua inacabado até hoje, causando constrangimento ao país, motivo por que é muitas vezes "apagado" de postais e publicações norte coreanas.




Floating Forest, Austrália

Situado em Homebush Bay, próximo da Cidade Olímpica de Sydney, existia uma estação de desmantelamento de navios, para onde o SS Ayrfield, utilizado na Segunda Guerra Mundial foi levado. No entanto, o local fechou antes que este pudesse ser desmantelado, tendo o navio ficado abandonado ao largo de Sydney, onde foi tomado pela ferrugem e pelas plantas que o transformaram em uma floresta flutuante.




IM Cooling Tower, Bélgica

Esta torre de arrefecimento se encontra em uma central eléctrica abandonada em Monceau, Bélgica. Em 2007, devido a uma serie de protestos relacionados com o ambiente, a central acabou por fechar, deixando a torre ao abandono, servindo apenas como abrigo das plantas que vão tomando conta do local.




Navio SS America, Espanha

Construído no inicio para cruzeiros, em 1940, se reformou dessa função cerca de 50 anos depois, para se transformar em um navio hotel de luxo, em Phuket, Tailândia. No entanto, este navio norte americano, não chegou ao destino final, encalhando ao largo de Fuerteventura , uma das ilhas Canárias. A gravidade do acidente foi tal, que a embarcação se partiu ao meio,e, actualmente, quando a maré está baixa, ainda é possível ver uma das metades do navio encalhado 


https://viagens.sapo.pt/viajar/viajar-mundo/artigos/10-locais-abandonados-de-arrepiar

Sem comentários:

Enviar um comentário