quinta-feira, 10 de maio de 2018

SÍRIA ATACA UNIDADE DE ESPIONAGEM MAIS CONFIDENCIAL DE ISRAEL (com vídeo)

O exercito sírio em um ataque de represália, atingiu esta quinta-feira a base militar israelense da Unidade 9900 nas colinas de Golã




O exercito sírio em um ataque de represália, atingiu esta quinta-feira a base militar israelense da Unidade 9900, considerado um dos centros de espionagem mais secretos do regime de Tel Aviv, segundo revela esta quinta feira o site libanês de noticias Alahednews.


"O ataque de misseis contra alvos sensíveis em (colinas) Golã ocupado, prejudicou bastante a posição do exercito de Inteligência Sionista", disse o Alahednwes.


Ele explicou que a maioria dos alvos atacados pela Síria são "centros muito sensíveis" para o sistema militar, de segurança, e de espionagem do exercito israelense.


Entre os alvos estão a sede da Unidade 9900, a Unidade 810 do Exercito israelense e um posto avançado no Monte Hermon, região localizada perto da fronteira com o Líbano e os territórios ocupados por Israel, informa a agência oficial síria de noticias SANA, enquanto os mídia israelenses também confirmam danos nas suas bases.



Soldados e oficiais israelenses na Unidade 9900, um centro de ataques eletrônicos da Inteligência Militar de Israel




Os bombardeamentos foram levados a cabo em resposta ao míssil disparado pelos aviões F-15 e F-16 do regime de Israel nas primeiras horas de quinta-feira contra a região de Al-Quneitra (nas colinas de Golã) embora metade deles foram intercetados pelas forças sírias, segundo o Ministério da Defesa da Rússia. 


A Unidade 9900 é uma unidade "secreta" e "estratégica" na qual os especialistas sionistas falam com orgulho e exagero" e, devido à sua importância separou-se e tornou-se independente do mais importante centro de inteligência israelense, a Unidade 8200, diz o Alahednews.


Além disso, ele ofereceu detalhes sobre os objetivos da criação do referido centro: "Tirar fotos das instalações militares de qualquer país da região, ou algum movimento incomum dos exércitos e monitorar movimentos de resistência."


Assim, a Unidade 9900 é responsável por observar os países da região, continua o portal libanês e, em seguida, designar Síria, Irã, Faixa de Gaza, Jordânia e Península do Sinai (norte do Egito) como as prioridades geográficas da Unidade 9900.




Sem comentários:

Enviar um comentário